Administração estratégica

Tomada de decisão em negócios: conheça os 4 principais erros!

/
0 0
tomada de decisão
Tempo de leitura: 4 min

Toda escolha é baseada em um processo de optar por uma alternativa e abandonar as demais. Na maioria das vezes, a tomada de decisão ocorre entre duas ou três variáveis incrivelmente boas, mas impossíveis de serem simultaneamente combinadas.

Por exemplo, o gestor pode optar por investir na compra de uma máquina para aumentar a quantidade de itens produzidos e reduzir os custos operacionais, mas, para isso, teria que abandonar a ideia de expandir seu negócio, abrir novas filiais e aumentar suas receitas.

Dada a complexidade dos problemas, as variáveis envolvidas nas alternativas e o medo de adotar a opção menos vantajosa para a empresa, o mais comum é que os gestores se esquivem da tarefa de decidir ou errem nas escolhas.

Se você quer saber como melhorar o processo de tomada de decisão em seu negócio, continue lendo este artigo e descubra como evitar os 4 principais erros dessa atividade.

1. Não ter um processo formal de tomada de decisão

Um estudo conduzido pelo professor Paul Nutt, da Universidade de Ohio, constatou que 50% das tomadas de decisão fracassam por não seguirem um processo formal e sistemático. Ou seja, se os gestores jogassem cara ou coroa para escolher uma alternativa, teriam a mesma probabilidade de acerto que se seguissem seus instintos.

A maneira de aumentar as chances de sucesso está na adoção de um passo a passo para decidir. O processo tradicional de tomada de decisão envolve 5 etapas:

  1. identificação do problema;
  2. análise de causas e consequências do problema;
  3. estudo das alternativas para solução;
  4. avaliação dos possíveis resultados de cada alternativa;
  5. adoção e monitoramento de práticas para viabilizar a solução.

Na maioria das vezes, os gestores implementam a primeira e a última etapa, sem se aprofundar nas opções e consequências para os envolvidos no problema.

2. Adiar indefinidamente a tomada de decisão

Outra pesquisa realizada na Universidade de Tóquio, identificou que 63,4% das decisões são tomadas pela fuga do problema. Isso quer dizer que o gestor esperou tanto para agir que a situação se resolveu sozinha, deixando consequências positivas ou negativas para a empresa.

Para eliminar esse erro, basta iniciar o processo de tomada de decisão assim que um problema for identificado. Dessa forma, os resultados de um problema serão controlados ou mitigados.

3. Encontrar soluções antes dos problemas

Em um diálogo, você já deve ter provocado uma pergunta só para dar aquela resposta incrível que ninguém estava esperando ou para demonstrar seus conhecimentos sobre determinado tema. Com os gestores acontece o mesmo!

Segundo o professor Michel Fiol, da École des Hautes Études Commerciales (HEC), os executivos procuram problemas que se encaixem nas soluções que criam, mas relutam em resolver situações complexas indicadas por dados e informações que circulam em suas organizações.

Para diminuir essa tendência, é fundamental adotar indicadores de performance que norteiem os esforços por otimizar os departamentos e áreas mais necessitadas da empresa — ao invés de usar o instinto para encontrar e solucionar problemas.

4. Usar dados pouco confiáveis ou não usá-los

Especulações, fofocas ou experiências de funcionários são mais valorizadas pelos gestores que os dados e informações padronizadas obtidas pelos sistemas, foi o que constatou o autor Mintzberg. A razão para isso é que muitos executivos gastam boa parte de suas rotinas conversando com as pessoas e, depois, não confiam nas informações extraídas de seus sistemas.

Para otimizar a tomada de decisão, é essencial contar com boas ferramentas de Business Inteligence (BI) e usar as informações dadas pela ferramenta como um apoio para o diagnóstico, previsão e monitoramento de problemas e soluções.

Na maioria das vezes, utilizar a intuição para a tomada de decisão leva as empresas a negligenciar dados, informações, problemas, cenários e pessoas envolvidas em situações críticas. O resultado disso são empresas cada vez menos competitivas e eficientes. Por isso, use as dicas citadas em cada erro listado para aprimorar seu processo decisório.

Você conhece outros colegas de trabalho ou profissionais que podem se beneficiar com a leitura deste post? Então, compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude essas pessoas a também dominarem o assunto!

Posts Relacionados
/

Toda escolha é baseada em um processo de optar por uma alternativa e abandonar as…

0 0
/

Toda escolha é baseada em um processo de optar por uma alternativa e abandonar as…

0 0
Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up